Museu do Amanhã. Bromélia do Jardim Botânico. Rio.

Museu projetado por Santiago Calatrava no Porto do Rio de Janeiro. Inspirado numa bromélia do Jardim Botânico, a forma escolhida por Calatrava. O interior do museu possui formas curvas e remete a arquitetuta náutica.

A água dos espelhos d’água é da Baía de Guanabara, assim como a água para refrigeração dos ambientes. A estrutura aparente do edifício possui painéis solares que se movem ao longo do dia para captação de energia solar.

Marinafgoarq

Sustentabilidade é a temática principal do Museu do Amanhã.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s